Category: Receitas

Dicas para Carne de Cordeiro

O cordeiro é uma carne macia e saborosa, pois é o carneiro jovem. A sua procura tem sido cada vez maior, por isso, queremos te dar algumas dicas para que o seu churrasco com carne de cordeiro fique sempre incrível.

Quanto tempo o cordeiro deve assar?

A carne de cordeiro é mais delicada que a de gado bovino, por isso, o ideal é ser assada em temperaturas brandas, sobre brasa sem chamas e por um período maior que as outras carnes.

Assim, dependendo do corte escolhido, em geral, você deve assar o cordeiro de 2 a 3 horas, sempre prestando atenção à temperatura da brasa e se a carne não está ficando seca – regue com um molho de marinada para ela não secar.

Qual o ponto ideal para a carne de cordeiro?

O ponto ideal da carne de gado bovino varia para cada pessoa – algumas gostam da carne malpassada, outras ao ponto e há quem goste bem passada.

Porém, para a carne de cordeiro, você deve procurar servir sempre ao ponto. É dessa forma que ela ficará suculenta, macia e mais saborosa.

Quais os cortes de cordeiro para o churrasco?

O cordeiro oferece menos cortes que o gado bovino, mas ainda há várias opções para você surpreender no churrasco. A paleta é um corte clássico da perna dianteira, sendo melhor aproveitada se assada em fogo brando e regada periodicamente com algum molho ou marinada.

A alcatra de cordeiro é macia e de sabor sutil e adocicado, sendo melhor preparada em fogo suave, no alto da churrasqueira, por cerca de 25 minutos. Veja como preparar a alcatra de cordeiro.

O pernil é a perna traseira do cordeiro, sendo gorduroso e muito saboroso. Por ser um corte grande, também precisa bastante tempo na grelha, em fogo brando e sem chamas, para que suas fibras fiquem amaciadas. Veja como fazer pernil de cordeiro assado e marinado.

A costela de cordeiro pode ser feita da mesma forma que a costela de gado bovino. Assim como os cortes anteriores, é melhor apreciada se assada lentamente e em fogo brando.

Já o carré, um corte muito apreciado na alta gastronomia, é exceção em relação ao preparo: por ter menor teor de gordura, deve ser feito em fogo alto, a uma distância de cerca de 30 cm do fogo. Vire na metade do tempo para deixá-lo bem dourado.

Quais são os melhores temperos para churrasco de cordeiro?

Assim como a carne bovina, você pode optar pelo simples e prático: tempere a carne de cordeiro apenas com sal grosso e leve à churrasqueira ou grelha.

Mas você pode acrescentar outros temperos sim! Marinadas são excelentes para os cortes grandes de cordeiro, pois deixam a carne mais macia, saborosa e podem ser usadas para regar enquanto assam, evitando que ela seque demais.

Pimenta, hortelã, alecrim e alho também são temperos interessantes para a carne de cordeiro. E para quem gosta de sabores agridoces, mel pode ser pincelado na carne antes de levá-la ao fogo.

Dicas de Molhos para Churrasco

INTRODUÇÃO – CHURRASCO E SEUS PRINCIPAIS ACOMPANHAMENTOS

Aos fins de semana, em família, entre amigos ou com a turma do futebol: o churrasco já ganhou o nosso dia a dia e é sempre uma boa desculpa para reuniões e ocasiões diversas. Como personagem principal, ele não dispensa seus acompanhantes: um bom vinagrete, uma farofa na manteiga, o arroz feito na hora e as diversas opções de molhos para churrasco que encontramos por aí, dando aquele sabor inigualável às carnes.

E, vamos combinar: um churrasco sem um bom molho para complementar o sabor das carnes, não é churrasco.

Brincadeiras à parte, o molho faz sim toda diferença em qualquer receita. E é por isso que, na culinária mundial, existem vários tipos e sabores da iguaria, para agradar a todos os paladares e dar aquele toque a mais aos pratos e, claro, ao churrasco.

QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS MOLHOS PARA CHURRASCO?

Assim como há várias opções de acompanhamentos, há também variadas sugestões de molho para churrasco. Entre as diversas opções que encontramos de molho para churrasco, os mais tradicionais (e que não podem faltar) são:

– o barbecue, que é basicamente uma mistura entre molho de tomate (ou ketchup), vinagre, molho inglês e açúcar;

– o mostarda e mel, que entra para o time dos molhos agridoces, misturando o ácido ao doce de uma forma natural;

– o molho de alho, que, como o próprio nome sugere, leva como ingrediente principal o alho, seguido por limão e azeite;

– o molho verde, que é uma mistura entre maionese, alho e cebolinha;

– o chimichurri, feito com alho, orégano, pimenta, azeite e vinagre.

Embora hábitos e gostos variem de região para região, é difícil ir a um churrasco de família ou entre amigos, e não encontrar ao menos uma dessas variações para complementar e dar mais sabor às carnes e queijos.

MOLHOS PARA CHURRASCO E SUA HARMONIZAÇÃO:

Mas, assim como acontece com as bebidas, por exemplo, é possível harmonizar alguns tipos de molho para churrasco com diferentes carnes, queijos e pães, por exemplo. Fazer esse tipo de combinação não é tão complicado.

As carnes vermelhas por exemplo, vão bem com molho barbecue e também com molho de alho ou de queijos especiais. Já as aves e peixes, ficam ainda mais saborosas com molhos agridoces, como o mostarda e mel, e também com receitas de molho à base de queijo.

Quer saber mais sobre harmonização de molhos e carnes?

– Molhos para Carnes Vermelhas

As carnes vermelhas são as mais pedidas nos churrascos. E são também as mais simples de harmonizar com molhos diversos, pois combinam com quase tudo.

Experimente fazer a harmonização com molhos à base de alho, molhos picantes ou, para uma mistura mais sofisticada, à base de vinho tinto. Eles combinam muito bem com qualquer carne vermelha.

– Molhos para Carnes Brancas

Por serem mais leves, carnes brancas como frango e peixe, também pedem acompanhamentos mais leves e de sabor delicado. Uma boa opção de molho para churrasco que acompanha bem as carnes de frango, é o molho de mostarda e mel, que é feito basicamente com:

  • Mostarda
  • Mel
  • Temperos e especiarias à gosto

– Receita de Molho de Mostarda Dijon para carnes brancas:

Ingredientes

30ml de Leite
200g de catupiry
2 colheres de sopa de Mostarda Dijon

Preparo

Junte todos os ingredientes em uma panela levemente aquecida em fogo baixo. Misture bem e deixe o molho de mostarda aquecer em fogo suave, mexendo sempre. Quando chegar ao ponto cremoso, desligue o fogo e está pronto!

Sirva em temperatura ambiente ou gelado.

Dica: Antes de desligar o fogo, prove o molho. Caso prefira que ele fique um pouco mais forte, adicione outra colher de sopa de mostarda dijon e misture bem.

Outro molho que acompanha muito bem, principalmente peixes, são aqueles à base de ervas ou os chamados molhos verdes. Mais leves e refinados, eles harmonizam muito bem com as carnes brancas em churrascos.

– Receita de Molho Verde para carne branca:

Ingredientes

2 ramos de salsinha
1 dente de alho
1 unidade de picles em rodelas
1 colher de chá de alcaparras
2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 colher de sopa de Vinagre
1 pitada de sal
1 pitada de pimenta do reino

Preparo

Pique a salsinha bem fininha, junto com o alho, os picles e as alcaparras. Em seguida, coloque todos em uma tigela.

Acrescente o azeite de oliva e o vinagre e misture bem. Por fim, tempere com sal e pimenta à gosto e misture.

Reserve este molho verde para carne na geladeira, ou use em seguida. Pode ainda ser usado como tempero para marinar carnes.

– Molhos para Carnes de Porco

Aqui, para as carnes de porco, vamos falar dos molhos que vão além dos tradicionais barbecue, alho e agridoce.

A dica de molho para churrasco para harmonizar com carnes de porco, é o de cebola e também o de cogumelos. Ambos os ingredientes dão mais sabor às carnes e complementam perfeitamente o paladar, além de serem leves e super fáceis de fazer em casa mesmo, ou de encontrar em mercados.

– Receita de Molho de cogumelos sem creme de leite:

Ingredientes

250g de Cogumelos laminados
2 Dentes de Dentes de alho
1 Unidade de Cebola
10g de Amido de Milho (maisena)
250ml de Vinho branco
250ml de Caldo de galinha
Pimenta
Azeite
Sal

Preparo

Em uma panela, coloque um fio de azeite e leve ao fogo médio. Adicione a cebola e o alho bem picados e deixe refogar. Em seguida, coloque os cogumelos laminados, tempere e deixe dourar.

Para os molhos, dê sempre preferência para ingredientes frescos

Adicione o vinho branco e espere alguns minutos para o álcool evaporar. Enquanto isso, dissolva o amido em um pouco de água fria e, quando estiver pronto, adicione aos cogumelos. Mexa até engrossar.

Por último, junte o caldo de galinha, sal e a pimenta a gosto. Quando ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por mais 10 minutos. Após esse tempo, bata o molho no liquidificador e está pronto.

– Molhos para Pães, Legumes e Vegetais

Além dos molhos verdes, que também combinam muito bem principalmente com saladas, outros molhos que se destacam entre os pães, legumes e vegetais são os a base de queijo, como o molho gorgonzola ou o molho quatro queijos.

QUAIS SÃO AS MELHORES RECEITAS DE MOLHOS PARA CHURRASCO:

É claro que, embora existam várias receitas e opções de molho para churrasco, sempre vai ter também aquela que é mais popular e tradicional entre os gostos e paladares. O molho tártaro, por exemplo, é muito famoso entre os mestres churrasqueiros, sem esquecer, claro, do nosso querido barbecue.

Lembrando que, o mais divertido é que, além de fazer seus próprios acompanhamentos em casa, há também opções de molhos prontos, como os desenvolvidos especialmente pelo Chef n’Boss.

Mas, antes de falar deles, vamos às receitas dos molhos mais famosos e pedidos em churrascos?

– Molho Tártaro

O molho tártaro é bem simples de preparar e tem como ingredientes principais a maionese e a mostarda. Vamos à receita?

Tempo de preparo: 5 minutos
Rendimento: 4 pessoas

Ingredientes:

200 gramas de maionese
2 colheres de sopa de mostarda
1 pepino médio
1 tomate grande
2 dentes de alho
1 unidade de cebola
1 unidade de cenoura

Modo de preparo

Pique o pepino, o tomate, a cebola e a cenoura em pedaços bem pequenos. Coloque-os em um recipiente grande e acrescente, então, a maionese, a mostarda e o alho amassado. Mexa bem e sirva em seguida.

– Molho de Alho

Um simples molho de alho faz muita diferença em qualquer churrasco. Ele é muito indicado principalmente para quem gosta de uma carne com um sabor marcante e mais forte. Além disso, é bem rápido de preparar e leva pouquíssimos ingredientes. Veja só:

RECEITA 1:

Tempo de preparo: 5 minutos
Rendimento: 6 pessoas

Ingredientes

200 gramas de creme de leite
6 dentes de alho
1/2 unidade de limão espremido
1 xícara de azeite

Modo de preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador, MENOS o azeite. Ele deve ser adicionado aos poucos, até dar o ponto de maionese. Chegada à textura ideal, tempere a gosto com sal e pimenta-do-reino.

RECEITA 2:

(versão verde)

Tempo de preparo: 5 minutos
Rendimento: 5 pessoas

Ingredientes

Suco de 1 limão grande
200 ml de leite gelado
1/2 dentes de alho
sal a gosto
300 a 400 ml de óleo (aproximadamente)
1/2 xícara de cheiro verde picadinho

Modo de preparo

Bata no liquidificador o leite, o limão, o sal e o alho, até triturar os dentes de alho. Diminua para a velocidade mais baixa do liquidificador e, com o compartimento da tampa aberto despeje o óleo devagar. Pare de bater assim que adquirir consistência de maionese.

Então acrescente o cheiro verde e bata bem pouquinho, só para colorir e deixar alguns pedacinhos enfeitando dando mais sabor ao molho.

– Molho Barbecue

Bem comum principalmente nos churrascos estadunidenses, o molho barbecue tem ganhado cada vez mais espaço por aqui. Além do sabor, a receita é muito prática e fácil de ser feita em casa, para quem optar por não comprar as versões prontas dos mercados. E leva só alguns minutinhos para ficar pronto:

RECEITA 1:

Tempo de preparo: 20 minutos
Rendimento: 8 pessoas

Ingredientes

1/4 xícara de vinagre de acerola
1/4 xícara de ketchup
1 cravo
3 colheres de sopa de açúcar mascavo
3 colheres de sobremesa de páprica doce
3 colheres de sobremesa de molho inglês
2 colheres de sopa de óleo
1 alho batido
1 cebola pequena picada
1 colher de sobremesa de suco de limão

Modo de preparo

Refogue o alho e a cebola no óleo. Em seguida, adicione os outros ingredientes e deixe ferver até encorpar ou criar uma textura de geleia. Sirva quente ou frio.

RECEITA 2:

Tempo de preparo: 30 minutos
Rendimento: 8 pessoas

Ingredientes

1 xícara de chá de ketchup
1 xícara de chá de vinagre de maçã
1 xícara de chá de água
1 xícara de chá de açúcar demerara
2 colheres de sopa de melado de cana de açúcar
1 colher de sopa de molho inglês
1 colher de chá de pimenta em pó
1 colher de chá de orégano em pó
1 colher de sopa de páprica
1 colher de chá de cúrcuma
1 colher de chá de cravo-da-índia moído
1 colher de chá de alho amassado

Modo de Preparo

Misture todos os ingredientes em uma panela e, em seguida, leve ao fogo médio por aproximadamente 30 minutos, mexendo ocasionalmente para não grudar. Retire do fogo e adicione pimenta-do-reino moída, sempre mexendo bastante. Sirva quente ou frio.

Você sabia?

Embora tenha sido, possivelmente, criado na Europa, o molho barbecue também tem sua versão mineira, feita com pimenta biquinho e cachaça curtida em barril de carvalho, dois ingredientes bastante famosos na região.

O molho é ideal para acompanhar churrascos e carnes assadas. A ideia de incluir a cachaça na receita foi do chef Kiki Ferrari, responsável pelas criações do Chef n’Boss. A cachaça curtida agrega um sabor amadeirado ao prato, que combina muito bem com carnes.

Além disso, o molho ajuda a caramelizar a carne, dando-lhe um sabor especial. Para tanto, a receita do Molho Barbecue Mineiro Chef n’Boss ainda conta com algumas especiarias secretas.

– Conheça os molhos especiais para Churrasco Chef n’ Boss

Mas o Molho Barbecue Mineiro não é o único desenvolvido pela Chefn’Boss para acompanhar carnes e churrascos. Há muitas outras opções de molhos, que vão deixar seu churrasco ainda mais irresistível, com um sabor inigualável.

O Salsa Argentina, por exemplo, é feito com salsa de pimenta verde ao vinagrete, temperada com chimichurri e especiarias ao alho, ideal para churrascos e saladas. Para os peixes, a combinação do maracujá com a mostarda dá ao Molho Mostarda Tropical um ponto a mais para acompanhar peixes.

Além dos molhos, não pode faltar também o Kit Churrasco, composto por um Churrascador (tempero de especiarias defumadas para carne), Molho Barbecue de Pimenta Biquinho & Cachaça e Molho Buffalo Picante com Melaço.

E aí, pronto para ascender a churrasqueira e começar?

CONCLUSÃO

É importante que nos lembremos sempre que, para um bom churrasco, não é preciso apenas escolher carnes e cuidar da churrasqueira. Faz parte também da ocasião, preparar bons acompanhamentos e molhos, para dar ainda mais sabor às carnes.

Afinal, na maioria das vezes, os pequenos detalhes fazem sim toda a diferença. Não importa se você não tem habilidades para cozinhar ou se não é bom preparando molhos e acompanhamentos. Hoje, existem diversas opções de marcas e mercados, que oferecem diferentes produtos para agradar o paladar e deixar esses encontros entre amigos ou familiares ainda mais gostoso.

Portanto, não tenha medo de diversificar e incrementar seu churrasco. Vai ser sucesso na certa!

FONTE:  Blog da Chef n´Boss

Dicas para Assar Costela

Uma boa costela pode sim ser facilmente o ponto alto do seu churrasco, desde que você tenha paciência no preparo e siga as nossas dicas de como fazer costela assada na churrasqueira.

A costela é uma das mais saborosas carnes para churrasco e com um dos melhores custo x benefício entre os cortes bovinos, mas exige um certo conhecimento na escolha e para ser assada corretamente.

Para assar a costela na churrasqueira, o ideal é utilizar a costela minga, também conhecida como ponta de agulha, bem entremeada de carne e gordura, inteira pesa na média 15 kg, mas você pode comprar pedaços menores ou pedir ao seu açougueiro para cortar.

A costela de ripa (parte superior) tem fibras mais rígidas e ossos maiores, exige ainda mais tempo no preparo e também é muito saborosa, geralmente é utilizada no churrasco de fogo de chão.

Como fazer costela assada na churrasqueira

Ao contrário do que muitos acreditam, você pode e deve fazer a costela assada diretamente na churrasqueira, sem utilizar  papel alumínio ou celofane culinário, que acabaria cozinhando um pouco a carne e alterando o sabor.

A costela tem bastante gordura, enquanto assa lentamente em fogo médio, esse sabor vai passando para a carne e evita que ela fique ressecada, deixando-a com gosto único no churrasco.

Como temperar a costela

Como tempero para a costela vamos utilizar apenas sal grosso grande, ou na falta dele o sal grosso médio tradicional, com uma quantidade um pouco maior.

Uma dica bacana antes de temperar a costela é fazer vários cortes na gordura na parte de cima e na parte de baixo, ajuda a penetrar o sal e quando pronta a parte da gordura fica mais crocante.

Coloque o sal grosso sobre toda a cobertura da costela e aperte um pouco, vire e repita o procedimento do outro lado.

Como a costela é um corte maior,  vamos deixá-la próxima a churrasqueira por aproximadamente 20 minutos, para que o sal consiga penetrar em toda a carne.

Após o tempo necessário, você pode tirar o excesso de sal, antes de finalmente colocar a costela para assar na churrasqueira.

Churrasco de costela assada

O grande segredo do churrasco de costela é a paciência, ela deve ser assada em fogo médio, na parte mais alta da sua churrasqueira.

Comece com a parte dos ossos virada para baixo e deixe por aproximadamente 4 a 5 horas.

Quando os ossos começarem a aparecer, é hora de virar a costela e deixar por aproximadamente mais uma hora.

Agora é só servir e saborear o seu churrasco de costela, geralmente fica tão macia que você consegue retirar alguns ossos com a mão, os outros é só cortar junto a carne, fica extremamente saborosa.

Fica aqui um pequeno alerta, principalmente na região sul do Brasil a costela é o corte mais apreciado do churrasco, superando a tradicional picanha, mas é uma carne muito gordurosa, portanto consuma com moderação.

Costela na churrasqueira elétrica?

Respondendo a dúvida de alguns leitores, seria muito difícil acertar o ponto de uma costela diretamente na churrasqueira elétrica.

O que pode ser feito para chegar o mais próximo possível de um bom churrasco de costela é prepará-la previamente no forno em temperatura média para baixa, enrolada no papel alumínio por cerca de 4 horas.

Com esse tempo você já terá uma costela bem macia, pode agora cortar em pedaços que caibam na sua churrasqueira para dourar.

Abrir Whatsapp
Fale Conosco
Olá!
Como podemos ajudar?